segunda-feira, outubro 16, 2006

Apdeites recupera prova do plágio

Soube através de um comentário de JPG (aqui), responsável pelo apontador de blogues portugueses Apdeites, de que, afinal, a página web da RTP onde se encontrava o texto plagiado foi recuperada da cache tal como se apresentava antes da eliminação surda do corpus "pirateado". JPG, um dos insignes faroleiros da blogosfera lusa, adianta ainda que, “para efeitos de controlo”, acrescentou-se apenas um “contador de acessos naquela página”. Clicando AQUI, pode encontrar-se uma cópia perene da prova, com os cumprimentos do Apdeites, cuja página de entrada apresenta ainda, à cabeça (pela hora a que escrevo), um idóneo e isento texto sobre o caso. A blogosfera dá as mãos por equidade. Obrigado, JPG; obrigado, Apdeites. Um agradecimento mais a todos os bloggers que em dignidade se têm unido em torno da ampla problemática que se insinua e exige discussão pública. Àqueles que agora chegaram e anseiam saber tudo sobre a questão do plágio da RTP ao Caderno de Corda, sugere-se a leitura deste blogue desde o dia 18 de Setembro.
Recordo o estimado leitor de que se mantém viva a iniciativa "Plagius Maximus em Movimento", que deve ser lida e subscrita dois posts abaixo, mais precisamente AQUI.
n.b. - A imagem é da autoria do companheiro Rui Semblano, d' A Sombra, a quem eu cantaria, se soubesse, o "Fado-Sombra", escrito por David Mourão-Ferreira. Não há coincidências sob os trânsitos solares...
«Sombra»

Antes de sermos fomos uma sombra
Depois de termos sido ... que nos resta
É de longe que a vida nos aponta
É de perto que a morte nos aperta
Os Ramos Os Remos
Quantas mãos ... Quantos dedos
para que em seda cedam
as paredes

in "Entre a Sombra e o Corpo", de David Mourão-Ferreira, 1980

Etiquetas: ,

8 Comments:

Anonymous Guilherme said...

Solidários, não podíamos deixar de repudiar o acto. Assim já enviámos ao dito provedor o texto da nossa indignação, colocando simultaneamente, no "Lembranças dos Guerreiros", cópias e links.

"Aqueles
Aqueles que ficaram
(Em toda a parte todo o mundo tem)
Em sonhos me visitaram
Traz outro amigo também"

Abraços

segunda-feira, outubro 16, 2006 3:50:00 da tarde  
Blogger Davi Reis said...

Muito obrigado, Guilherme. Juntos seremos mais fortes, para o que der e vier. Uma "tribo" consciente dos seus direitos e deveres pode fazer a diferença...

"Traz outro amigo também"... lembranças dos guerreiros, sem dúvida...

Um abraço fraterno

segunda-feira, outubro 16, 2006 5:52:00 da tarde  
Anonymous JPG said...

Não tem nada que agradecer. Desde há anos, desde o tempo em que não havia mais nenhum "faroleiro" em Portugal e arredores, que luto contra os canibais. Se tiver interesse nisso, encontra um longo historial de textos sobre plágio - não apenas no Apdeites como no seu antecedente Bloco-notas, que era da responsabilidade de Carlos Antunes, uma pessoa que deixou estas andanças precisamente por estar farto de ser "pirateado".

Só mais uma pequena nota: o link no seu post, para a página guardada no Apdeites, tem um ponto a mais no final; se o não apagar, evidentemente o acesso dará erro.

segunda-feira, outubro 16, 2006 8:15:00 da tarde  
Blogger Davi Reis said...

Irrepreensível! O ponto já era!

:)

Assim, vale a pena!

Um abraço, JPG

segunda-feira, outubro 16, 2006 10:06:00 da tarde  
Blogger Farpas said...

Davi, o blog Ai o Camandro também está solidário contigo. O email já seguiu e já divulguei a situação. É uma situação que, para além de falta de respeito pelo autor do texto, revela falta de respeito por todos os blogs, e uma inocência total ao pensarem que ninguém repararia em tal situação... a resposta que obtiveste a mim não me satisfaz minimamente!!

terça-feira, outubro 17, 2006 4:28:00 da tarde  
Blogger Davi Reis said...

Farpas,

perdoa-me a repetição da fórmula, mas assim segue: uma comunidade crítica ciente dos seus direitos e deveres pode, de facto, fazer a diferença, como nunca até hoje numa dimensão intercomunicante. O monstro dormita... apenas.

Um abraço, camandro!

:)

terça-feira, outubro 17, 2006 6:00:00 da tarde  
Anonymous Vítor said...

Caro Davi:

Chamo-me Vítor e sou o autor do blog A Arquitectura das Palavras.

Peço desculpa por ter utilizado um texto da sua autoria, embora sem o saber. A informação chegou ao meu conhecimento através de um amigo via mail que, por seu turno, tomou conhecimento através do site da RTP.

São situações desagradáveis, mas fáceis de ocorrer num meio - a net - que veio revolucionar a forma de comunicar...para o bem e para o mal.

Já foi efectuada a devida rectificação no blogue.

Com os melhores cumprimentos,

Vítor

quarta-feira, outubro 18, 2006 2:03:00 da manhã  
Blogger Davi Reis said...

Caro Vítor,

verifiquei a sua página e constatei que fez a rectificação certa: atribuição à fonte. Desculpas?! Mas o Vítor agiu com dupla correcção!... De início, atribuiu a fonte à insuspeita RTP, e agora, por sua exclusiva iniciativa, repôs a justiça e a verdade no seu blogue, sem que alguém lho solicitasse... O Vítor podia, no entanto, referenciar no post em causa a alteração e o motivo por que aquela foi feita, senão sou eu que estou em falta!

:)

O acto diz de quem o toma.

Um abraço fraterno, Vítor

quarta-feira, outubro 18, 2006 2:37:00 da manhã  

Enviar um comentário

<< Home