sexta-feira, abril 04, 2008

Crónica de João Castanho (estrofe VIII)

João Castanho tinha dois varões e uma filha.
Trabalhava para dar-lhes o que não podia.
Honesto, previdente, não esquecia a família.
Por eles era um pai ausente em tristezas e alegrias.

Etiquetas: ,

3 Comments:

Blogger Germano V. Xavier said...

Estou a navegar nas ondas do João!

Sensacional este verso VIII!

Bastante semântico...

Abração, Davi!

Germano

sexta-feira, abril 04, 2008 12:39:00 da tarde  
Blogger Davi Reis said...

Obrigado, Germano!

Um forte abraço transatlântico

sexta-feira, abril 04, 2008 12:56:00 da tarde  
Blogger lupussignatus said...

De uma actualidade gritante...

Pressente-se essa ausência...


Abraço.

quarta-feira, abril 09, 2008 10:15:00 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home