quinta-feira, dezembro 31, 2009

2010

Preparo o novo ano,
infectado pela epidemia das febres colectivas.
Não posso esquecer os que me esqueceram.
Quero ter 12 passas e um copo de champanhe.
Não posso estar triste nem só.
Quero afastar de mim a melancolia
e vou procurar cumprir uma lista de boas intenções.


Começo por esquecer os que se lembraram,
esqueço de me esquecer e bebo um copo a mais.
Dou 12 passas num cigarro de hasheesh
e vazo latas de cerveja até bambolear.
Chego a ser o mais solitário dos homens,
desencontrado e irreconhecível na multidão.
Dou por mim confrontado com a minha tragédia
e conformado com a dor de cabeça.
A lista de boas intenções, essa,
começava por deixar de fumar
ou cumprir sonhos de manhãs saudosas,
e tudo com início no ano que começa.

Entro com o pé direito
e repiso a mesma sola
com o mesmo pé,
no mesmo chão,
mas incapaz de olhar com nitidez o futuro,
descrente na felicidade provocada
dos mais incrédulos,
junto à Torre de Belém
ou no réveillon do Ritz.


Entro com o pé direito
e quero dormir,
abandonar todos os projectos,
esquecer os que se lembraram
e os que se esqueceram;
quero curar a bebedeira
e acordar depois,
para um excelente ano novo,
crente apenas no vómito provocado
dos infelizes.

Chega de poéticas.
É tempo de nos zangarmos.

31 de Dezembro de 2009

Etiquetas:

3 Comments:

Blogger Ricardo said...

que os teus dons da escrita, da música e da amizade, perdurem para 2010 e para os anos que se aproximam.
Sabes onde estou, se quiseres és sempre bem vindo.
Aquele abraço irmão.

quinta-feira, dezembro 31, 2009 1:02:00 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

Eu digo/sugiro..continue as "poéticas"..

Não nos zanguemos...somos quem mais sofremos!

Talvez nos ajude pensar: "Vamos viver cada dia (afinal o ano tem 365 ou 366 dias..nem mais nem menos...alguém o disse...) acreditando na importância de cada momento ...e que a Felicidade que conseguimos sentir e espalhar apenas de NÓS depende!...Acredito que tudo o restante, de bom (naturalmente!)venha por arrasto.."

Talvez utopia...mas quero acreditar ser possível!!

Votos de um Ano repleto de Alegrias, Saúde e Paz!!

quinta-feira, dezembro 31, 2009 6:52:00 da tarde  
Blogger Madalena said...

"Estar só é sinónimo de estar triste?" - percebi bem?

Eu penso que apenas o será se o quisermos! Considero que o termo "só", tal como habitualmentee definido (solidão, solitário, sem família, sem compannhia..)é muito redutor.

Para mim, podemos estar aparentemente sós mas muito bem acompanhados na passagem de Ano com um livro especial que há muuito queríamos ler com todo o sossego e calma; não estamos sós se passsarmos a passagem de ano olhando para o vago a visualizar recordações inesquecíveis que nos marcaram para a vida; não estamos sós se tivermos as nossas aguarelas, a nossa tela e pintammos um quadro que reflecte a vida com todas as cores que aparecem no fogo-de-artifício que vejo lá longe, se no meio do nada cantarmos uma canção nossa, tão nossa...

Atrevo-me a sugerir que em 2010 não nos conformemos com dores de cabeças nem com tragédias...se caimos, e até muito nos magoarmos...que tal encontrar forças para saltar e lançar um sorriso porque a queda, a desgraça podia ter sido bem pior?! Que lhe parece? Atitude mais positiva, não?

E se tal muito difícil for, saibamos pedir ajuda a quem tanto nos quer!!

Que excelente ter uma "Lista de boas Intenções!". É mais de meio caminho andado para as suas concretizações. Podemos é atribuir-lhes prioridades. Caso tal já esteja feito, porque não definir timmings para a sua execução...timmings realistas mas desafiadores (tudo o que é "demasiado mole" não dá gozo alcançar)..sempre sem stress, porque o ano ainda agora começou. Mas quando terminar...as intenções estarão concretizadas! Boa!! Boa mesmo é a sensação de que conseguimos o que até muita gente achava/dizia ser difícil!!! Mas afinal quem somos nós??!! Fazemos o que queremos...porque tal não interfere com a vida dos outros e só faz bem a nós próprios! Força aí nessas intenções!

Entrar com o pé direito é excelente! Repisar a mesma sola, com o mesmo pé e no mesmo chão, também! É muito mais securizante! Já bastam as novidades, os revezes que vão surgir ao longo do ano (não sejamos utópicos a pensar que será sempre tudo um "mar de rosas"....importa é não esquecer que, nem que seja de "salto à vara", somos capazes de passar qualquer barreira de espinhos.
Verdade!!

Abandonar projectos??!!!
Alguém que escreeve deste modo?!! Quem brinca com as palavras, os termos, para aléem de outras qualidades.....que nem tenho nada que saber!!! No way!!!It´s forbidden!!

De letras e palavras, sentimentos e emoções, ambientes saudáveis e humanos, climas de alegria, boa diposição articulados com responsabilidade...disso percebo bem..."cheiro à distância" (a vida tem-me ensinado, para além do jeito intrínseeco...talvez)

Assim , acredito que tal afirmação tenha decorrido algum estado de alma mais lacónico de final de ano ...sucede...é normal!

O fundamental é esse acordar para "...um excelente ano novo...", com toda a veia poética que porventura lhe jorrar (os poetas também têm os seus dias, não?!) e num "tempo de Sabedoria, Sensatez, Harmonia e Paz".

É o que todos os Povos do Mundo precisam...sejam pobres ou ricos..

Um abraço e um Ano de 2010 Muito Feliz!

sábado, janeiro 02, 2010 3:47:00 da manhã  

Enviar um comentário

<< Home